Entenda a importância de parar de traduzir e começar a pensar em inglês para conquistar a fluência no idioma

Que tal parar de traduzir e começar a pensar em inglês?

Você já deve ter lido ou ouvido o conselho de que, para aprender inglês de fato, é necessário parar de traduzir e começar a raciocinar e pensar em inglês, não é mesmo?! Mas aí vem a grande questão: como começar a pensar em inglês para quem está aprendendo esse novo idioma?

Por isso, no post de hoje vamos entender a importância de parar de traduzir e começar a pensar em inglês para conquistar a fluência no idioma.

Traduzir ou pensar em inglês?

No geral, quando estamos aprendendo um novo idioma, seguimos o percurso que nos parece mais seguro: pensamos em português e traduzimos as palavras para o inglês quando vamos falar.

Porém, este processo de pensar em português, traduzir para o inglês e falar (ou escrever) torna o fluxo muito mais artificial e mais lento.

Mas, ao pensar em inglês, o indivíduo consegue ser mais rápido e objetivo durante a conversação.

Obviamente para alguém que está dando os primeiros passos do idioma, por não ter um vasto repertório, esta tarefa torna-se muito mais difícil. Porém, à medida que o conhecimento se amplia, este processo de pensar em inglês torna-se mais natural (mas é preciso exercitá-lo).

Além disso, quando você pensa em inglês (sem fazer a tradução), isso também ajuda muito a internalizar o idioma. O que é isso? Internalizar o inglês significa que você não precisa se lembrar das regras e pronúncias toda vez que fala, ou seja, você apenas fala de maneira natural

Dicas para começar a pensar em inglês

Que tal você começar a exercitar o “pensamento em inglês”? Separamos aqui algumas dicas. Mas, antes, lembre-se que este precisa ser um exercício diário: para você se tornar fluente em inglês, é necessário persistência, empenho, estudo e treino.

Dica 1: Perca a vergonha

Um grande obstáculo para desenvolver um novo idioma é a vergonha do sotaque, da pronúncia ou falar algo errado. Isso tudo vai fazer parte do processo de aprendizagem. Lembre-se: o importante é conseguir se comunicar, ou seja, fazer com que a outra pessoa entenda o que você deseja expressar.

Dica 2: Faça, pelo menos uma vez ao dia, uma imersão no idioma

Diariamente, escolha um momento para fazer imersão no idioma. Pode ser assistindo a um filme em inglês, uma série, ouvir algumas músicas em inglês e tentar “tirar a letra só de ouvido”, ouvir um podcast, assistir a uma palestra no Youtube, ler o trecho de um livro ou assistir algum curso.

O importante é ter este momento durante o seu dia para ter contato com o inglês, mesmo que de maneira informal.

Dica 3: Fale ou pense sozinho

Tire também um momento do dia para você pensar ou falar sozinho. Por exemplo, narre como foi seu dia em inglês. Ou, então, crie uma história com diálogos. Por exemplo, você indo a um restaurante e interagindo em inglês. Faça cada um dos diálogos, desde o manobrista, até o seu pedido e o garçom.

Gostou de saber mais dicas de como parar de traduzir e começar a pensar em inglês? Que tal você conhecer mais sobre a Uniway School? Somos uma das melhores escolas de inglês online e estamos presentes em mais de 50 países. Sabe por quê? Porque somos uma edtech e estamos sempre inovando.

Nossa metodologia digital foi desenvolvida para que todos atinjam os melhores resultados nas mais diversas idades.

Fale agora mesmo com um dos nossos consultores e veja as condições especiais. E quer continuar se atualizando? Acompanhe sempre as novidades do nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguês do Brasil
Rolar para cima